Olá mamães, este post vou falar um pouquinho sobre ENJOO na gravidez, creio eu, que é uma parte um pouco difícil da gestação. Vamos abordar as causas e tratamentos para o simples enjoo da gravidez e para a chamada hiperemese gravídica (MEU DEUS, o que é isso?!?, não precisa ficar desesperada, que no decorrer dessa nossa conversa, irei falar sobre hiperemese gravídica).
As náuseas e vômitos são comuns no primeiro trimestre, cerca de 70% a 80% das mamães sofrem com enjoos matinas, e algumas gestantes sofrem também esse incomodo no decorrer do dia e só lembrando, esses enjoos podem ou não vir acompanhados de vômitos. Os enjoos normalmente surgem na 5ª ou 6ª semanas, durando até a 12ª semana é quando inicia o segundo trimestre de gestação. Dificilmente a náusea permanece até a 18ª semana, mas há casos que podem chegar a 18ª semana e como também podem manter durante períodos mais avançados da gravidez, durando até o terceiro trimestre.
enjoo-matinal-gravidez-vomito-bulimia-disfuncao-alimentar-intoxicacao-alimentar-1406677647517_1024x768Os enjoos variam muito, algumas mamães nem sentem, outras queixam-se de náuseas leves em curtos períodos, muitas vezes sem vômitos, há casos que o enjoo e os vômitos são frequentes, tornando o primeiro trimestre difícil, e ainda existem os casos de náuseas e vômitos constante, que impedem a mamãe de se alimentar, levando a gestante à desidratação, esse caso chama-se de hiperemese gravídica. Vamos lá, hiperemese gravídica é uma apresentação anormal dos enjoos, ocorrendo em 0,5% a 2% das gestações, caracterizado por vômitos frequentes associados à desidratação, alterações hidreletrolíticas e perda do peso, já que a mamãe não consegue se alimentar e nem ingerir líquidos. Nesses casos, a internação pode ser necessária, para que a gestante possa se alimentar por via intravenosa.
Então vocês me perguntam, porque temos enjoos na gravidez? Primeiro, o mecanismo exato que levam aos enjoos durante todo o primeiro trimestre da gestação é desconhecido e segundo, as rápidas alterações hormonais no início desempenham um papel importante no quadro. Alguns trabalhos mostraram que quanto mais alto os níveis do hormônio hCG, maior a chance de náuseas durante a gravidez. As grávidas apresentam um estomago preguiçoso, que demora para esvaziar dando sempre a sensação que estão empanturradas, impedindo grandes quantidades de alimentos.
Apesar das causas serem desconhecidas, alguns fatores são reconhecidos como risco para o surgimento da náusea e vômitos:
– Mulheres que antes da gravidez já apresentam náuseas com mais facilidade, como durante movimentos ou após estímulos a cheiros e sabores fortes, apresentam maior risco de enjoos fortes na gravidez;
– Mulheres ansiosas ou gestantes muito jovens também apresentam maior incidência e intensidade de enjoos;
–  Gestantes com antecedentes de enxaqueca apresentam maior risco;
– Mulheres grávidas de gêmeos apresentam maior incidência e maior intensidade de enjoos.
Mamães, com o enjoo sei que alimentação fica um pouco difícil, mas procure se alimentar nos períodos de alivio das náuseas, mantendo assim um adequado consumo de nutrientes. Com os enjoos é possível que haja uma alteração no olfato e paladar, alimentos antes adorados podem perder todo o seu apelo, por outro lado podem surgir interesse em alimentos que outrora nunca eram escolhidos.
download-2E só lembrando, no período da gestação além de náuseas e vômitos, se ocorrer algo diferente, como febre, diarreia, cólicas intensas, se não conseguir se alimentar ou beber líquidos e apresentar vômitos frequentes e já perdeu pelo menos dois quilos por conta destes, procure o obstetra, pois podemos estar diante do diagnóstico de hiperemese gravídica. O primeiro trimestre da gravidez é o mais importante, é quando o bebezinho está se formando, nesta fase, antes de tomar qualquer remédio, consulte o seu obstetra, na maioria das vezes, os enjoos matinais não necessitam de medicamentos, apenas uma alteração na dieta e de alguns hábitos de vida, por exemplo:
– Evite grandes refeições. O estômago da grávida esvazia mais lentamente, por isso, pequenas porções são mais bem toleradas. Comer demais e ficar com a estômago cheio pode precipitar os enjoos;
– Os enjoos da gravidez costumam ser intermitentes ao longo do dia. Procure se alimentar sempre que estiver se sentindo bem. A fome pode desencadear as náuseas. Não deixe de se alimentar por medo de vomitar;
– Evite comer e deitar-se logo após e evite comer perto da hora de dormir;
– Coma o que tiver vontade, é melhor comer qualquer coisa do que nada;
– Peça para alguém preparar a comida, algumas grávidas perdem a fome e começam a ter enjoos quando precisam preparar a própria refeição;
– Procure estar sempre bem hidratada. Se você tem vômitos, procure repor os líquidos perdidos quando o enjoo tiver desaparecido. Mais uma vez, ingira pequenos volumes de cada vez. Líquidos frios são mais bem tolerados;
– Reconheça os gatilhos dos enjoos e evite-os, cheiros fortes, por exemplo, costumam ser mal tolerados. Outros gatilhos comuns são o calor, umidade, barulho e estar em movimento, tipo andar de carro ou avião;
– Evite a fadiga. É comum haver intolerância ao exercício no primeiro trimestre. Se você é uma pessoa ativa, não tente manter a mesma carga de exercícios que você executava antes de estar grávida. Não é preciso ficar completamente sedentária, mas o ideal é não se cansar nesta fase;
suco-detox-com-melancia-e-gengibre– Gengibre, limão ou melancia costumam ser muito bem tolerados pelas grávidas. Evite comidas apimentadas e muito gordurosas;
– Se o seu enjoo não surge quando você acorda, mas sim logo após o levantar da cama, mantenha um pacote de biscoito tipo crackers na cabeceira para comer um ou dois antes de se levantar, isso acalma o estômago.
As dicas acima funcionam para a maioria das gestantes, se sua náusea não melhorar de jeito nenhum, talvez seja necessário algum medicamento, mas repito, MEDICAMENTO SÓ COM AUTORIZAÇÃO DO SEU OBSTETRA, pois o primeiro trimestre é o mais importante.

2 thoughts on “ENJOOS E VÔMITOS NA GRAVIDEZ.

  1. Cibelli Gianjope says:

    Olá Maria Lucia, sim, você pode tomar Dramin, mas com orientação médica. O dramin é utilizado para enjoo e vomito na gravidez, porém antes de tomar, converse com o seu médico que está te acompanhando no pré-natal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *